quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Alegria é a melhor coisa que existe


Prof. Jackislandy M. de M. Silva

Já dizia o poeta e, neste tempo para os educadores que
retornam ao ambiente de trabalho (escolas) nestes tempos.

O senso de humor é uma das qualidades mais admiradas numa pessoa, desde que seja natural e sincero, autêntico, como uma marca registrada talvez. Tudo se transfigura quando existe alguém bem-humorado no ambiente. O bom humor e uma brincadeira agradável são suficientes para quebrar o gelo de um ambiente frio e sem graça. A pessoa bem-humorada é uma força da natureza que entretém e irradia de alegria quem quer que seja, onde esteja. 

Não se trata de estar rindo à toa fingindo simpatia ou fazendo a política da boa vizinhança, mas viver naturalmente essa experiência de humor, de modo que seja uma sinergia entre você e todos à sua volta. Quando isso acontece, sua presença enche de luz todo o ambiente e contagia a todos. E a verdade seja dita: É insuportável tolerar um ambiente sem humor, sem graça, sem risos e boas gargalhadas, sem vida. 

Dizendo isso, como não lembrar do pensamento de Charles Chaplin: “Um dia sem riso é um dia perdido”. Não foi essa incrível sensação de humor que contagiou o Apóstolo Paulo na Prisão?! O Apóstolo, em meio a um caldeirão de adversidade por que passava, fruto da terrível perseguição que o Império Romano impôs aos cristãos, agradece a Deus pela diversão e recreação que recebeu de Onesíforo na prisão: “O Senhor conceda misericórdia à casa de Onesíforo, porque muitas vezes me recreou e não se envergonhou das minhas cadeias”(2Tm 1.16).

Vejam a realidade: a indignação pelo clima de impunidade que se espalha na política brasileira; a indisposição de grande parte dos políticos, senão todos, em fazer valer a justiça social e coletiva; os ambientes públicos carregados de injustiças, perseguições políticas e corrupção; relações pessoais que não se acertam; casamentos cheios de problemas que se arrastam sem diálogo; amizades frias com inúmeros interesses; empregos rígidos e burocráticos; lideranças cansadas; chefes chatos; problemas econômicos; dívidas; problemas de saúde; a rotina; baixos salários; desemprego... 

O que seria de nós sem um pouco de humor? Vinícius de Morais, numa de suas canções, nos diz afirmativamente: “Ponha um pouco de humor na sua vida!”. E continua: “É melhor ser alegre que ser triste. A alegria é a melhor coisa que existe”. O bom humor é uma das saídas sábias da vida, além do que acrescenta leveza em vez de rigidez; alegria em vez de seriedade demais; graça em vez de ignorância; paz em vez de truculência.

Nada melhor do que uma boa dosagem de humor em nosso dia a dia. Fico pensando o que seria de nós sem uma pitada de bom humor no trabalho, em casa ou até mesmo entre os amigos. Estaríamos todos fadados à burocracia da vida. Sim, a vida também, assim como o trabalho, pode ser levada com muita burocracia, chegando a ser insuportável às vezes, mas com muito humor o que é pesado torna-se leve, o que dá enfado torna-se agradável. O humor traz de volta o encanto e a beleza que os infortúnios da vida fizeram questão de sucumbir. Por mais difíceis que sejam as circunstâncias do momento, não há nada que justifique a ausência de bom humor para contornar ou superar todas elas. 

Um filósofo clássico que viveu por volta do séc IV a.C. expressou sua indignação pelo riso. O senso de humor é a marca registrada desse filósofo, pois admitia que o riso torna o homem sábio. Conta a tradição que ria de tudo e dava grandes gargalhadas, o que não diminuía em nada a importância de suas pesquisas filosóficas ao ponto de desafiar o próprio Platão. Tenho a impressão de que Demócrito com o seu bom humor tenha nos levado à sabedoria, mas seus estudos da sensação nos levou à Aristóteles.



7 comentários:

  1. Maravilhoso!
    Bastante pertinente.

    ResponderExcluir
  2. NAO TEM COISA MELHOR DO QUE ESTAR ALEGRE E PASSAR PRAS PESSOAS ESSA SENSAÇAO AGRADÁVEL. UM SORRISO DESMONTA OS NÓS DA EXISTENCIA, ALIVIA E ACALMA A ALMA.MUITO BOM TEXTO. SEMPRE TENHO USADO OS SEUS TEXTOS NA ESCOLA.FELIZ 2012. DAISY
    DAISYGUIVA@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  3. Alice Rangel Coelho13 de janeiro de 2012 04:53

    Concordo plenamente o humor aplicado no dia-a-dia torna a vida não só mais leve como mais saudável, afinal nem sempre é fácil suportar as peças que a vida se encarrega de nos pregar, com humor conseguimos seguir adiante e ver a vida de forma mais agradável, transformar os dramas em problemas que podem ser superados e se não forem encontramos outros para nos preocupar, alegria traz medida.. transforma ambientes..
    alegria é mesmo a melhor coisa que existe.

    ResponderExcluir
  4. Sempre me senti meio boba por gostar tanto de sorrir, esse texto me deixou feliz comigo mesma.

    ResponderExcluir
  5. Achei o texto muito realista. No mundo em que vivemos, com tantas tragédias, falsidades, corrupções e outros, devemos sorrir, espairecer em qualquer âmbito seja trabalho, casa ou em qualquer lugar.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Realmente uma boa gargalhada, daquelas de doer a garganta , e a melhor coisa. Além de aliviar o coração deixa a pele irradiante. É ótimo estar na companhia de pessoas engraçadas.

    ResponderExcluir
  7. É isso mesmo, adoro rir!!!
    Costumo dizer que: "Quem ri por último, ri atoa". kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir